• aceccine

ACECCINE e ABRACCINE no Júri da Crítica do 31º Cine Ceará

Em parceria entre as associações, Júri da Crítica do 31º Cine Ceará foi formado por cinco pessoas

Neste ano, a Aceccine - Associação Cearense de Críticos de Cinema compôs parte do Júri da Crítica em parceria com a Abraccine - Associação Brasileira de Críticos de Cinema. Nossos membros Pedro Azevedo (Cinema do Dragão/Jornal O Povo) e Mylena Gadelha (Diário do Nordeste) compuseram o time que contou ainda com Daniela Dumaresq (Convidada da UFC), Robledo Milani (Papo de Cinema) e Vitor Búrigo (Cinevitor). O Júri premiou dois filmes brasileiros, dentre eles um cearense: Melhor Longa-Metragem para "A Praia do Fim do Mundo", de Petrus Cariry; e Melhor Curta-Metragem para "O Durião Proibido", de Txai Ferraz. Confira as justificativas:


Melhor longa: A Praia do Fim do Mundo

O filme utiliza-se de um rigor formal na construção da imagem e da paisagem sonora para trabalhar o subtexto da corrosão como motor narrativo. Trabalho que ganha força com o elenco encabeçado por Marcélia Cartaxo e Fátima Muniz. Ao recorrer à ruína como paisagem, o longa se configura como um guia turístico às avessas e subverte o imaginário acerca do litoral cearense. E de modo mais amplo, o ponto de partida narrativo apresenta uma atualização da figura mítica de Jonas, relacionando hoje à urgência das questões ambientais.


Melhor curta: O Durião Proibido

O filme se destaca pelo uso inventivo de ferramentas audiovisuais acessíveis para apresentar um discurso direto e confessional. A forma como utiliza imagens de arquivo e se reapropria de bancos de imagens públicas o colocam em um lugar destacado entre a safra de filmes pandêmicos. Destacam-se também a encenação da voz narradora e a força do texto.


Outras duas produções cearenses venceram prêmios no 31º Cine Ceará, concedidos por outros júris do evento. Ainda na Mostra Ibero-americana de longas, "Fortaleza Hotel", de Armando Praça, venceu os dois prêmios de atuação para Clebia Souza e Vanderlei Bernardino. Na Mostra Olhar do Ceará, os vencedores foram o documentário "Minas Urbanas", de Natália Gondim (longa-metragem), e a animação "Sebastiana", de Cláudio Martins (curta-metragem).


A lista com os filmes premiados podem ser acessados no site do festival: www.cineceara.com