Nota de Falecimento: José Wilson Baltazar

26/04/2020

 

 

A Associação Cearense de Críticos de Cinema (Aceccine) lamenta profundamente o falecimento do crítico José Wilson Baltazar, membro honorário da entidade, na madrugada deste domingo (26). Tinha 84 anos, deixando esposa, três filhos e três netos. 

 

Frequentador assíduo de diversos cinemas, cineclubes e festivais pela cidade, Baltazar testemunhou as transformações do tempo diante o cenário cinéfilo no Estado. Colunista do Jornal O Povo na década de 1970, acompanhou o cinema brasileiro em seus momentos mais desafiadores. Passou pela explosão do Cinema Novo, pela chegada da Constituição Brasileira, pelos debates do Clube de Cinema de Fortaleza (CCF), em atividade de 1948 a 1968, frequentado por nomes como L. G. de Miranda Leão, Tavares da Silva e Enondino Bessa, também membros honorários da Aceccine. 

 

Parte de sua vasta experiência foi registrada pelos nossos associados Ailton Monteiro e Diego Benevides no capítulo cearense do livro Trajetória da Crítica de Cinema no Brasil, lançado em 2019 pela Abraccine. 

 

Uma associação de críticos cearenses sem a sua presença era algo impensável, portanto, quando da fundação da Aceccine, em 2016, Baltazar foi convidado para integrar o grupo como membro honorário, honrando sua intensa presença como espectador e crítico no Estado.

 

Nesse momento difícil, sua partida nos enche de tristeza pelo adeus e nos invade também de gratidão por sua história marcada na memória da crítica cearense.

 

Na foto, Wilson Baltazar em depoimento para o curta-metragem "Cinemeiro", produzido por Gabriel Petter sobre o seu amor pelo cinema.
 

Please reload

PARCEIROS

Ativo 1.png
Ativo 2.png
Ativo 3.png

© 2020 Aceccine - Associação Cearense de Críticos de Cinema